segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

A administração e os Irmãos desejam...

Saudações amantes da Irmandade!!

Acabamos agora mesmo de chegar a Cadwell, mais precisamente a mansão da Irmandade da Adaga Negra. Obrigada a Beth, Marissa e Bella pelo convite *sorriso*, claro está que os irmãos não acharam muita piada, devido a sermos simples humanas e que não deviamos saber da existência deles (um pouco tarde para isso não é? *riso*)
Mas claro está, que não ia-mos passar aqui o natal em tão boa companhia sem que os jeitosos dos irmão vos deixassem uma mensagem (não foi fácil e a Cátia quase que foi fulminada pelo Zsadist *gargalhada* ), mas lá conseguimos.

Confesso que para mim até foi fácil apanha-los e conseguir que falassem, se bem... é difícil manter-me concentrada a frente de Wrath, mesmo muito e quanto mais nervosa ficava mais ele sorria, estava de facto a diverti-lo *amuada* mas pronto, há resultados. Encontrei o Rei no seu escritório e depois de ele me pedir com delicadeza (o termo de delicadeza nele não é o mesmo que o nosso, tenham isso em atenção) para sair dali.

Entrei no escritório e vi-o lá, sentado na sua grande cadeira, enquanto mexia nuns papeis.

Wrath: Vai direita ao assunto humana, tenho mais que fazer do que aturar estás merdas *diz num rosnado*

Eu: Boa Noite alteza *sorrio apesar de estar super nervosa, acreditem em mim estar de frente a ele não e nada fácil, aquilo é só músculos e o cabedal parece beijar-lhe cada pedaço de pele de tão justo que está, engulo em seco quando ele levanta o olhar dos papeis e olha para mim, faz um gesto com a mão, convidando-me a sentar, e parece que entro em piloto automático  a única coisa que eu noto que não me faz parecer um Robot e o meu coração a martelar-me aos ouvidos, o sorriso que ele faz, deixa a vista as presas, e ai eu sinto o meu coração a querer saltar-me pela boca, ainda engulo algumas vezes na esperança vã de que o meu coração volte ao lugar.

Wrath: O teu cheiro a medo é encantador, se fosses um macho...

Eu: Por favor alteza, dá para parar?

ele dá uma gargalhada e por momentos sinto tudo andar a roda

Wrath: Se vais desmaiar ao menos baza daqui, não tenho tempo para essas merdas, já te disse. Vai direita ao assunto, antes que seja obrigado a correr contigo a dentada!

Um arrepio de medo correr pelas minhas costas como um cubo de gelo e começo a falar.

Eu: Bem como sabe, temos um Blogue da Irmandade, e há muitos fãs, e como é natal pensei que seria bom se vocês deixassem uma mensagem a desejar as boas festas! - despejo tudo de um só folgo, vejo ele a reclinar-se na cadeira e a passar os dedos da mão na fonte da cabeça como se lhe tivesse dado uma dor de cabeça

Wrath: Se eu não ouvisse tão bem, teria de pedir para repetires tudo de novo, caramba parecias uma fita de cassete quando fica presa no radio e toca sem se perceber um cú.

Eu: Disse para ser rapida não foi? - pergunto a medo, ele dá uma gargalhada

Wrath: Es sempre assim?

Eu: Assim como?

Wrath: quando pedem para seres rápida..

Eu: Nop, a não ser que tenha algo grande a minha frente e me deixe nervosa.

Ok, esta frase não me soou lá muito bem, e pelo riso dele parece que também ele se apercebeu do mesmo.

Eu: Alteza, por favor.. - suplico

Wrath: Primeiro que tudo para com essa merda de me chamar alteza, não sou teu rei. E segundo tudo bem, desde que me deixes em paz depois.

Eu: Sim senhor - mostro um sorriso de orelha a orelha toda contente

Wrath: Fodasse, isto só me acontece a mim, mas muito bem. Feliz Natal para vocês! - diz e depois volta aos papeis dele, eu olho para ele com os olhos esbugalhados.

Eu: Só isso? Por favor! - ele volta a olhar para mim, e sinto-me a colar a cadeira.

Wrath: pediste para desejar um bom natal, ja está...

Eu: Podia ser mais... -interrompo-me quando ele se levanta, fazendo o escritório parecer uma casinha de bonecas

Wrath: Queridos amantes da Irmandade, desejo a todos vocês um Feliz Natal, com tudo de bom. Está melhor assim?

Eu aceno com a cabeça e ele abre a porta do escritório. Agora BAZA! Nem foi preciso dizer duas vezes, sai mais depressa do que aquilo que entrei, e oiço ele a rir nas minhas costas. Definitivamente ele adora meter me medo. Quando chego a sala de estar vejo Vishous, John e Phury, sorrio e caminho ate eles.

Eu: Boa Noite meninos

Vishous: Boa Noite humana, precisas de alguma coisa?

Phury: V, com calma sff. Não te esqueças que é nossa convidada.

Vishous: ok ok.

Eu: Se calhar seria melhor juntar vocês todos. Seria mais rápido.

Zsadist: Bem, o que é que seria mais rápido? Não me digas, que humana tão atrevidinha han - apesar de a primeira vista parecer que ele esta a brincar o desprezo é óbvio no seu olhar, Zsadist encontra-se encostado a porta a comer uma maça, e pelo visto ele interpretou mal o que eu disse.

Eu: Dá mesmo para chamarem o resto da malta? Eu já falei com o Rei, logo ele não será necessário. - vejo que a Catia chega acompanhada de Rhage e Tohrment e reparo também que o mais calado, o John levanta-se, fico a olhar para ele.

Phury: O John vai chamar o Butch, assim ja nos tens a todos.

Eu: Ho, obrigada. - caminha ate a Catia e agarro ela pela braço, sinto que ela também está a tremer, optimo assim nao sou a unica.

Z: Podes ir adiantando?

Catia: Claro, bem nós temos um Blog da Irmandade, e como vocês sabem há fãs desde que a vossa historia passou para os livros. então queríamos juntar vocês para que deixassem uma mensagem de Natal para os fãs.

Z: Estás a gozar certo? Não vou deixar merda de mensagem nenhuma, é um dia como todos os outros, vocês humanos ficam satisfeitos com qualquer merda, mas já pensaram que a vossa conta, hoje nao fomos caçar, e que pode haver quem esteja a ser morto neste momento pela vossa estupidez?

Catia: Como também pode haver que esteja a dar a luz, a ser despedido, ou contratado. Pode até haver quem queira apenas saber que há quem se preocupe com eles, e que apesar de estarem sozinhos há alguém que gosta deles, e que deixa apenas uma mensagem de natal, que no teu ponto de vista é um desperdício de tempo, mas para outros não!

Vejo que ele se vai para dirigir a Cátia e meto-me a frente dela, não é que valesse de muito mas, reparo também que Vishous e Phury agarram em Zsadist.

Z: Não deves ter amor a tua vida humana, por isso aconselho te a calar. - rosna ele

Rhage: Z, já chega! Alem disso quando mais depressa nos despachar-mos, mais depressa podemos sair. - sorri

Butch: Ei perdi alguma coisa?

Vishous: Se não deixaste a gaita na tua fêmea, deves ter tudo contigo. - goza

Butch: Adoro o teu sentido de humor, V. Pena que nao me lembrei e rir a tempo

Eu: Bem, já chega meninos, acalmem lá ai os periquitos sff, e vamos ao que interessa agora. - noto pelo canto do olho que John ri-se e os restantes ficam em choque.

Tohrment: Acalmar o que?

Eu: Ah esquece, bem já que estamos todos aqui reunidos. Queria pedir, que vocês dissessem uma mensagem de natal, para os fãs da Irmandade.

Eles olham uns para os outros e depois para mim, como se eu fosse uma criatura de duas cabeças, o primeiro é o John, mas eu não percebo um cu daquilo que ele esta a dizer, ate que ele desiste e escreve num papel.

Boa Noite Machos e Fêmeas,

Que tenham um santo natal, na companhia dos que mais amam. Não se esqueçam de que a vida é curta para vocês, por isso, amem e ajudem quem mais precisa. Não só hoje, que é natal, mas todos os dias, aproveita enquanto ainda podes. Pois não há nada a ganhar com a raiva e ódio  mas sim a perder. Elas não aquece o coração, não faz sorrir, nem faz ninguém feliz.

John

Eu: Obrigado John. - Sorrio - E desculpa, não ter percebido a primeira. - sinto-me envergonhada, podia pelo menos ter tido umas aulas, assim este erro nao teria acontecido, o que me faz ficar triste. Sinto uma mão na minha cabeça e olho assustada, John olha para mim e sorri, voltado a escrever.

Não fiques triste, nem toda agente e obrigada a saber língua gestual, mas ainda vais a tempo de aprender, assim também tu podes comunicar com quem precisa.

Quando termino de ler olho para ele, que sorri e pisca-me o olho, o que me deixa bem mais animada. Dirijo-me aos restantes irmãos.

Eu: Então?

E como se tivessem ensaiado eles dizem:

Esta é uma das noites mais perigosas, em que todos querem chegar a algum lado, se divertirem, mas a pressa é inimiga da perfeição. Por isso conduzam com cuidado, mantenham se grupos, tentem não falar com estranhos, e não deixem que o álcool vos beba o cérebro. Nós andaremos por aqui, mas como devem calcular, não conseguimos proteger vocês todos. Por isso, protejam-se a vocês mesmos e quem está com vocês.

Feliz Natal e que para o ano nos voltemos a reunir de novo. Obrigado por estarem connosco, de acreditarem em nós.

Irmandade da Adaga Negra com vocês todas as noites.

Sorrio para eles, quando eles terminam.

Eu: Obrigada Rapazes

Cátia: Muito Obrigado mesmo, não sabem o que isto significa para todos nós.

E pronto, como vêem foi um pouco complicado, mas conseguimos a mensagem. Espero que tenham gostado... Pois ia-mos perdendo a pele uma ou duas vezes. Agora vamos ter com Fritz para comer qualquer coisa. Beijinhos e até a próxima sombra.


P.s: Esta mensagem teve o apoio de Vishous, sim, porque sem ele eu não teria um computador para fazer esta publicação



3 comentários:

OMG! *.* Que awesome! Adorei adorei adorei! Estiveram todos 5*
Merry Christmas ;)

Irmandade ♡

Margarida Leite

Saudações Margarida,

ficamos felizes de que tenhas gostado.

Beijinhos

Amei cada momento, bem a cara dos irmãos. Você soube tanto divertir quanto relembrar. Brasil-RS