terça-feira, 5 de março de 2013


Eu bem vos disse que não ia conseguir tirar o Z da cabeça.

Em http://www.youtube.com/watch?v=s5G0jbAnO-A podem ver uma entrevista com JR Ward acerca do Father Mine (sim, está em inglês sem legendas, mas eu dou uma ajudinha):

Na entrevista, Ward confessa que Zsadist é provavelmente o seu Irmão preferido e fala das razões que a levaram a escrever o conto. Para ela, a vida continua para além dos livros, cada um prossegue o seu caminho, todos os casais têm bons e maus momentos. Sublinha que havia ideias que queria explorar e que não teve a oportunidade de o fazer no romance (como o facto de Z vir a desejar remover as tatuagens que o marcavam como escravo). Recorda que ele sempre quis ser perfeito e puro, mas que se vê intrinsecamente deteriorado/arruinado. A autora queria explorar as suas emoções quando, de repente se vê a braços com uma criança inocente, porque existia um abismo entre a inocência de Nalla e o peso do passado de Z e isso só lhe poderia trazer problemas psicológicos. Bella e Z estão a lutar para se afirmarem como casal, mas, ao mesmo tempo, também têm que aprender a ser pais. Queria mostrar como Z lida com os sentimentos despertados por Nalla e como Bella superou a experiência do rapto. Finaliza, dizendo que ficou feliz por mostrar, no conto, a cena final do livro sob a perspetiva de Bella (quando ela leva Nalla até Z no ginásio).

É um conto espetacular. Quem tiver a oportunidade de o ler, deve fazê-lo. Se eu já gostava do Zsadist, foi no conto que a personagem me arrebatou. Também é aqui que se percebe a dimensão da ajuda de Mary para que ele conseguisse recuperar.



OUTROS ASSUNTOS:
– PEQUENOS SPOILERS -
Lover at Last







A Denise (obrigada pelos comentários!) está pasmada com o filho de Beth e Wrath. Tu não sabes, mas eu vou-te dizer que Wrath vai arriscar a vida para salvar a Virgem Escrivã. (Pode ser este o motivo de se darem milagres…)

E, agora, mais um bocadinho do manuscrito de Lover at Last:

In the Old Language, she hissed, "If any harm shall befall him, I will come after you, and find you where you sleep. I do not care where you lay your head or who with, my vengeance shall rain upon you until you drown."
That last word was drawn out, until its syllabe was lost in more growling.
Dead silence.
Until Doc Jane said dryly, "Annnnd this is why they say the female of the species is more dangerous than the male."

(Lover at Last, MS pg. 251)


Na Língua Antiga, [Layla] silvou:
- Se algum mal recair sobre ele, Eu virei atrás de ti, encontrar-te-ei onde dormes. Não quero saber onde deitas a cabeça ou com quem, a minha vingança choverá sobre ti até que te afogues.
Aquela última palavra foi arrastada até as sílabas se perderem em mais rosnados.
Silêncio mortal.
Até a Dr Jane dizer secamente:
- Eeeee é por causa disto que dizem que a fêmea da espécie é mais perigosa que o macho.

(tradução livre de morCeGo)

            Esta Layla está a sair muito melhor que a encomenda! E eu que só pensava mal das Escolhidas! Dizia eu que eram um bando de chocas… Não. Esta não tem nada de melada e, claramente, está a defender o Quinn.

3 comentários:

mas a Layla está a dizer isto a quem?

Eu ja li o extrato que a autora fala e eles chegam mesmo ao ponto de se separarem e so voltarem por um acontecimento que pos em risco a vida do Z. É espetacular, completamente arrebatador porque nao se está a espera e para quem é fã incondicional do Z (como eu) chora. pelo menos eu emociono.me com os livros porque me envolvo completamente na historia.

Silvia, a layla provavelmente está a dizer aquilo ao Blay porque a layla está apaixonada pelo quinn mas o quinn está apaixonado pelo blay

Ah, se o Wrath arrisca a vida pela Virgem Escrivã, então vai ser recompensado com um herdeiro muito provavelmente...

Lá vou eu ter que arranjar o outro livro que não traduziram do Z, em brasileiro para satisfazer a minha curiosidade...

Será que a Layla está a dizer isso à Jane? É porque se for, ela está morta num abrir e fechar de olhos, antes de tentar sequer alguma coisa (Go V, acaba com a destruidora de um casal lindo), se estiver a dizer ao Blay, bem o Qhuinn não irá achar muita piada à ideia