sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Resenha Amante Desperto (Brasil)


Resenha - Amante Desperto


Caldwell, Nova Iorque…
A população humana vive sua vida pacificamente, alheia à guerra que é travada entre a nação vampírica e a sociedade redutora. Uma guerra que já dura milhares de anos. Esse é o cenário onde se desenrola a história da Irmandade da Adaga Negra. Um grupo composto vampiros guerreiros, empenhados em proteger a humanidade e sua raça contra os redutores, criaturas sem alma com o único propósito de aniquilar os vampiros.
Zsadist não sabe sentir. É o vampiro mais perigoso dentro da Irmandade, e traz em seu corpo e sua alma as cicatrizes da escravidão de sangue. Lutando contra os fantasmas do passado, e tendo a dor e a solidão como companheiros, seu único objetivo é resgatar Bella com vida das mãos de seus algozes. Bella é uma fêmea da aristocracia, embora não viva sob seus padrões. É a típica rebelde sem causa, que termina sendo sequestrada e vê seu mundo de faz de contas se desfazer diante de seus olhos. Sua única esperança é o guerreiro sem alma que roubou-lhe o coração.
Amante Desperto é o terceiro livro de romance paranormal da série Irmandade da Adaga Negra, de J.R. Ward, que chegou ao Brasil em 2009 pela editora Universo dos Livros e que já arrebatou milhares de fãs em todo o mundo.
Quando peguei o livro para ler, estava convencida que seria altemente frustrante. Ledo engano. O livro apresentou-se como um desafio para mim, não só por sua complexidade, mas principalmente pela carga dramática que ele carrega. Foi emocionante e ao mesmo tempo perturbador. A história desenvolveu-se de forma dolorosa e apaixonante. Descobrir os dramas que envolvem o personagem, a tortura e o horror vividos por ele, moldando-o neste guerreiro letal, foi de suma importância para redimi-lo a meus olhos. Cada novo acontecimento, cada detalhe revelado… as atrocidades as quais Zsadist fora submetido, me deram a sensação de sair de minha própria pele, e viver em mim mesma todas as barbáries infligidas a ele. Entretanto, o livro não trata somente da busca e resgate da vampira Bella, mas da prórpia redenção de Z, que ao libertá-la do cativeiro abre os grilhões de sua prisão pessoal à qual esteve submetido por todos esses séculos.
Vivendo em mundos tão ambíguos, ambos são o contraste entre a a feiura e a beleza, a violência e a doçura. É o clássico dos opostos que se completam como as faces de uma mesma moeda. Um equilibrando o outro, preenchendo o vazio que os habita.
Foi um dos livros mais difíceis e libertadores ao qual tive o prazer inenarrável de apreciar. Cada lágrima derramada, cada pontada no coração formaram o plano de fundo para a intensidade de sentimentos que não estava preparada para vivenciar. Preparem os corações para a tormenta que arrasará suas vidas e os fará entregar a alma de bom grado. Ele recuperou sua alma dantes perdida… e eu com certeza entreguei meu coração.
Perca-se… e se encontre, no mundo da Irmandade da Adaga Negra.


                                                                                      Lu Cavalcante


0 comentários: