sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Lover Reborn: Layla e Qhuinn



Lamento informar: não há sexo!
(E não é porque não quero… é porque não há nadinha a dizer acerca destes dois…)

Nota: Que confusão foi aquela nos comentários? Eu sou uma e vocês querem ver se me esfarrapam para levar para casa? O.O É para ter medo? Eu fujo... Nasan, Viviana e Bea - Juízo! Para não haver guerras, fazemos assim: levo-vos as três para a gruta, está bem? E pomos uma placa na entrada: SANATÓRIO - Cuidado cas malucas! :D

Hoje acordei tão tentada a abrir a minha boquinha santa e começar a revelar segredos e lavar roupa suja e começar a descobrir carecas… Ai, que estou capaz de me morder todinha… Prometeram-me vampirões orgasmáticos oferecidos de bandeja só para deleite dos meus olhinhos e corpinho adjacente… Ai, que tentação… Disseram que os mandavam até mim se eu confessasse pecados negros…

Mas pensei melhor (se deixasse o cérebro de lado ganhavas bem mais…) e… que diabo faria eu com eles? (Está lá caladinha e cala-te… como se não soubesses…) Dava-me logo um baque. Com a sorte que tenho, furava a cabeça numa esquina qualquer e acabava os meus dias parolímpica numa cadeira de rodas, a babar sem saber porque me babava. Não compensa! (Estúpida! Deixa de ser trengueira! Abre o bico e começa a cantar, passarinho! Aquilo havia de compensar tudo…) E depois ficava cheia de remorsos… (Pensa naqueles corpos magníficos, naqueles deuses fantásticos…) Quem é que me cala o demónio? Rai’s parta o encosto! Um morcego não pode ter consciência e ser honesto? (Honestamente, passar a asa naqueles quilómetros de pele quente, macia, tonificada, dura… Ahh…)

Macumbaram-me! Só pode! O Satanás possuiu-me! (Possuir, possuir, possuíam-te aqueles machos… e havias de gostar pouco…) Credo! *sinal da cruz* Vou beber água benta! Para que lado fica a igreja! (Vais ajoelhar… Mmmm… Estou-te a ver…)

Coisas boas, bom fim de semana. Estou, obviamente, a precisar de descanso (deitada também é bem…). Ontem atirei-me à fêmea, hoje quase me atiro aos machos… Preciso de um exorcismo valente pelas costas abaixo.

Miquinhas, já pensei em ti hoje… vá-se lá a saber porquê. :D (para quem não sabe, é a minha amante fêmea).

A todos os que comentaram no fiçubuco: um abraço apertado! Vocês são o máximo!

Beijos bons e bom fim de semana!



SPOILERS PARA ALGUNS
Lover Reborn
 


Layla abriu os olhos e olhou pelo corpo de Qhuinn acima até ao rosto. De pé, do seu lado da cama, no quarto que era dele, completamente vestido, enorme e distante, constrangido mas não indelicado.
Ela sabia como ele se estava a sentir. Tendo passado o fogo intenso do período de necessidade, as horas do esforço, do sexo e do arranhar estavam passadas e esquecidas, uma estranha nota de rodapé que parecia já desaparecer na memória como um sonho. Quando ambos foram apanhados na força do evento, parecia como se nada voltasse a ser igual, que seriam mudados e transformados por aquelas erupções vulcânicas para sempre.
Mas agora… o calmo regresso à normalidade parecia igualmente poderoso, voltando tudo ao zero.
- Acho que estou pronta para me levantar, - disse ela.
Ele tinha sido tão bom, alimentando-a da sua veia e a trazer-lhe comida, ela a descansar na cama pelo menos nas vinte e quatro horas seguintes, como era tradição no Santuário antes do Primale se ter deitado com uma Escolhida.
No entanto, era altura de seguir em frente.
- Podes ficar aqui, sabes? – Foi até ao armário e começou a armar-se para a noite. – Descansa um pouco mais. Relaxa.
Não, ela já tinha feito muito disso.
Erguendo-se nos braços, esperava sentir-se zonza e ficou aliviada por não sentir nada. Se havia algo que sentia, era força.
Não havia uma forma diferente de dizê-lo. O corpo estava… forte.
Lançou as pernas para fora do colchão, apoiou-se nos pés despidos e levantou-se lentamente. Qhuinn foi logo para a beira dela, mas ela não precisou de ajuda.
- Acho que vou tomar um duche, - anunciou.
E depois? Não fazia ideia do que iria fazer.
- Gostava que ficasses aqui, - disse Qhuinn como se lhe lesse os pensamentos. – Vais ficar aqui. Comigo.
- Não sabemos se estou grávida.
- Mais um motivo para ter calma. Se estiveres, ficarás na mesma comigo.
- Está bem.
Afinal de contas, eles iriam estar juntos nisso, partindo do princípio que haveria um “nisso”.
- Vou sair agora para lutar, mas terei o telemóvel comigo e deixei-te um na mesinha de cabeceira. – Levantou o seu e apontou para o que estava à beira do despertador. – Se precisares de alguma coisa, ligas ou mandas mensagem, entendido?
Estava extremamente sério, os olhos fixos nela com uma intensidade que lhe deu uma ideia de como ele, provavelmente, seria hábil no terreno: nada nem ninguém o impediria se ela o chamasse.
- Prometo.
Ele acenou e foi para a porta. Antes de a abrir, parou e parecia estar à procura de palavras.
- Como é que sabemos se…
- Abortar? Terei dores, depois sangrarei. Eu vi acontecer isso no Outro Lado várias vezes.
- Corres perigo se isso acontecer?
- Não que eu saiba – não tão cedo.
- Devias estar a descansar deitada?
- Depois de vinte e quatro horas, o que acontecer, acontecerá, esteja ou não inativa, os dados estão lançados.
- Dizes-me?
- Assim que souber.
Virou costas. Pareceu olhar para o rosto da porta durante uns instantes.
- Vais engravidar.
Ele estava muito mais confiante do que ela e era gratificante saber da sua fé e da sua vontade de ter o que ela queria.
- Volto de madrugada, - disse.

Ohhhhhhhhhh… E não querem que eu goste desta personagem… É tão lindo!... E fofo quando quer…



Mais um Spoilerito:

Layla, a dada altura, faz o seguinte comentário:

“Qhuinn e Xcor. Isso é que era saber escolher machos.”

Disse isto muito triste e infeliz com a porcaria que fazia com a vida. Mas, cá entre nós, vá lá ter pontaria certeira! Apanhou logo os dois melhores! Sim, porque eu sei para que lado vou começar a pender… a cair… a parvejar… isso! Preparem-se para o Xcor… Se tudo correr muito bem e a Ward estiver inspirada, é menino para ultrapassar Zsdists e Vishous… Pressentimentos…



Resumindo e concluindo: quando crescer quero ser a Layla… 
nasci no corpo do mamífero errado…

3 comentários:

Eu vou pra gruta, só me tens que dar as indicações ;P
E tens razão o Qhuinn é fofinho (tal como todos os machos), mas só quando quer... é uma pena que não seja todos os dias... u.u

Xcor ultrapassar o Z ou o V?????? Como é isso possível? Sabes alguma coisa e não contas mamífero ou estás só a atirar "coisas" para o ar? Sonhas de noite para contar de dia, pequena??? Não teve sexo mas foi muito fofo. Beijos lambuzados

Eu também posso ir para a gruta e não me importo que metas a placa, já a algum tempo que me dizem que me vão mandar para um :(
Em relação ao Qhuinn tens razão, ele ate é querido, as vezes. Já em relação ao Xcor, não sei se os passa, pelo menos pelo que li ate agora não me parece, mas a ver vamos....