sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

The Beast - Virtual Signing e primeiro excerto

Olá pessoal, Espero que estejam bem.

Sei que não tenho publicado muito por aqui, mas de vez em quando partilho no face. Hoje abriram os Autógrafos Virtuais para o The Beast (partilhei ontem lá na página, mesmo assim coloco aqui o link, para quem estiver interessado: www.wardenvs.com) e para além disso, hoje a Ward publicou o primeiro excerto, ou como eu gosto de chamar, o primeiro cheirinho do novo livro que tem como data de lançamento nos EUA o dia 5 de Abril.

Por isso, sem mais demoras, vou passar à tradução, seguida da versão original. Já devem saber como costumo fazer a coisa, por esta altura. :P


-----V.P.-----
A Mary tropeçou em alguma coisa... oh, Deus, era um minguante que tinha um braço em falta... e continuou a andar, soprando outra vez no apito. E uma terceira....

A besta parou, os seus flancos a bombear para dentro e para fora, as escamas roxas a brilhar na escuridão como se estivessem iluminadas a partir de dentro por uma fonte eléctrica.

O quarto apito fez com que virasse a cabeça.

Abrandando a corrida, a Mary levou as mãos à boca. - Vem cá! Anda lá, rapaz!

Como se a besta fosse o maior cão do mundo.

O dragão soltou um som rude e expirou pelo nariz, o som encontrava-se entre uma almofada de peido e um motor de um jet a levantar voo.

- Vem cá, tu! - disse ela - Deixa isso em paz. Não é teu...

- A Besta (pag. éumsegredo)

Ok, com isto ficamos a saber que o Rhage vai passar "para o lado negro/roxo da força" pelo menos uma vez durante o livro, e que a Mary vai salvar o dia, agora só falta o contexto, o que é que o Rhage tinha apanhado e que era pra largar e o que vai acontecer no livro TODO!!!

E por agora é só isto, aqui fica a versão original. Vou ficar atenta à página da autora a ver o que vai saindo.


Fiquem bem e tenham um óptimo fim-de-semana.
Até à próxima publicação,
Sunshine ;)

-----V.O.-----

Mary tripped over something—oh, God, it was a lesser that was missing an arm—and kept going, blowing another whistle. And a third—-

The beast froze, his flanks pumping in and out, purple scales flashing in the darkness as if the thing were lit from within by an electrical source.


The fourth whistle brought its head around.

Slowing her run, Mary cupped her hands to her mouth. “Come here! Come on, boy!”

Like the beast was just the world’s largest dog.

The dragon let out a chuff and then blew through its nostrils, the sound something between a whoopee cushion and a jet engine taking off.

“Come here, you!” she said. “Leave that alone. It’s not yours...”

-THE BEAST, (pp. itsasecret)

0 comentários: