terça-feira, 31 de março de 2015

A MINHA LEITURA - SPOILERS –THE SHADOWS (até ao capítulo 27)



            Sim, estou a ler. Não faço mais nada na minha vida enquanto não o devorar todinho. E estou a gostar! E, como sou amiguinha, vou contar coisas a quem quer saber! He he he
            O que vão ter a seguir é a versão amorcegada do livro.

            Beijos bons.








NÃO LER SE NÃO QUEREM SABER



SPOILERS                 SPOILERS                                   SPOILERS














Os meus pontos altos até agora:

1 – Rhage descobre que o V tem um pírcingue na língua (ele estava a lamber a mortalha do cigarro) – resposta dele: “A Jane gosta.”
2 – Lassiter a fazer de Magic Mike em cima da mesa dos matrecos (pebolim no Brasil) quando o mandam vestir-se (estava em tronco nu).
3 – Queriam saber o signo do Lassiter que lhes diz que foi feito e não gerado, por isso não tem data de nascimento. O V propõe-lhe arranjar uma data de óbito.
4 – O Rhage a revistar o Throe, aperta-lhe os tomates com força, pede desculpa e diz “Não, aqui também não há nada”
5 – Rhage a apresentar Throe a Wrath: “Meu senhor Wrath, filho de Wrath da linhagem de Wrath, está aqui Throe, Monte de Merda”
6 – Xcor a descrever Layla aos Bastardos “ Ela é… a lua do meu céu noturno. É o princípio, o meio e o fim.” (Bb mMmm)
7 – V a explicar a Trez em que se transforma o Rhage: “Godzilla. Mas roxo.”
8 – Phury aparece de vez em vez e é im-pe-cá-vel (e mim não esperar outra coisa dele!).
9 – Paradise (filha de Abalone), no quarto dela, a ver se consegue fazer flexões. He he he… para baixo vai ela bem, o problema é voltar acima! Parecia mim!
10 – Blay. Blay é a perfeição em forma de vampiro. Meu Deus! Não há defeito a apontar. Está sempre lá quando é preciso. Fan-tás-ti-co.

Prólogo – Passado de Trez em que ele, como pai das futuras rainhas, está preso nuns aposentos de luxo, anda todo coberto de joias e tem criados para tudo. Ele acaba de matar um guarda com uma faquinha de manteiga para ver se foge e aparece-lhe o s’Ex à frente para o recambiar. Basicamente, todo ele é divino, desde o bater do coração ao ar que tem nos pulmões, por isso s’Ex não lhe pode tocar, mas não o deixa fugir. Ficamos logo a saber que um dia ele regressará àquele palácio de livre vontade.

Trez/ Selena
Selena sente-se mal e vai para o Outro Lado. Acaba por “petrificar”. Basicamente, todas as articulações calcificaram e fica caída no chão. A Virgem Escrivã vai ter com Trez para o levar até ela. (Foi giro, porque o Trez só lhe fazia perguntas e os outros estavam a ver que ele ia virar churrasco). Rhage e V vão buscar o Trez e a Selena e levá-la até Jane. Ela não mexe, tem uma paragem cardíaca, mas está consciente. Trez desmoleculariza-se (não sei como hei de explicar melhor o que fez) e literalmente entra dentro dela e ajuda-a a sobreviver. No meio disto tudo, i’Am impede Trez de dar um tiro na cabeça. A Escolhida recupera os movimentos, Trez todo fofo leva-a ao colinho até ao quarto, ela declara-se e ele diz que ficará sempre com ela e fará tudo o que ela quiser. No avançar da conversa, desentendem-se e separam-se. Mais tarde, ela vai até ao quarto dele e recomeça a conversa que Trez não gosta. Ela exigi-lhe honestidade e ele é honesto: quere-a nua, de costas, deitada em cima da cama dele e… ok… já perceberam. E não é que a honestidade fez bem ao casal? Ui, ui! He he he Sim… fizeram as pazes…
É Cormia que identifica o mal como sendo “The Arrest” (O aprisionamento), uma doença genética que deriva de uma quase consanguinidade. Cerca de uma dúzia de escolhidas passaram por aquilo e não conhecem cura. A Drª Jane diz que existe uma doença semelhante entre os humanos, também genética e rara. Rehv vai tentar procurar uma cura entre os do povo dele.
Throe
O Bastardinho é um sacana de primeira. Confronta Xcor a dizer que ele anda mais preocupado com uma certa fêmea do que com os planos iniciais de derrubar Wrath. Anda a minar os bastardos, a dizer que se conseguiram acertar no rei uma vez, podiam tentar outra vez e que Xcor não presta. Throe é afastado, porque todos os outros permanecem do lado de Xcor.
De seguida ele vai ter a casa de Abalone (que ainda é primo) com discurso de desgraçadinho, a dizer que deixou os bastardos e que tem informações para o rei (localização, estratégia, posições…). Wrath foi falar com ele (Cena fixe com o Rhage). O rei sabe que ele não mentia quando disse que os seus objetivos não eram os mesmos de Xcor, mas não confia nele. Pede a Abalone para o deixar ficar com ele e oferece segurança à filha. Z acaba por acalmar o vampiro e ele deixa a filha ir morar na casa de Beth. O que faz Wrath desconfiar de Throe foi a forma como Xcor o tentou destituir: cheirava a glymera e a Throeice. Na morada que Throe deu à Irmandade, viu-se que os Bastardos tinham lá estado, mas que já tinham abandonado o local.
S’Ex / i’Am
A rainha dá à luz uma menina (filha biológica de s’Ex) que, à conta do alinhamento das estrelas e dos planetas, não será rainha, por isso é executada. Haverá uma semana de luto e o palácio ficará fechado. S’Ex está pior que estragado (em parte por causa da filha) e vai ter com os maninhos gémeos, porque Trez vai ter de se apresentar ao serviço. I’Am quer a ajuda de s’Ex para entrar e sair do Palácio. Está disposto a tudo para ajudar o irmão e tem a ideia de ir à Biblioteca dos s’Hisbe para ver se eles sabem de uma cura para Selena. Porque se ela morrer, Trez mata-se.
O Sombra lá entra no território s’Hisbe todo muito escondido e a seguir as instruções de s’Ex. A dada altura leva uma traulitada na cabeça, fica inconsciente, é preso e arrepende-se de ter confiado no outro.
Rhage / Mary
Que dizer? Ele é um fofo dos mais fofos. E tudo é fofo. Muito Rhage neste livro. Ele anda estranho. Quando viu a Layla tombada, ia desmaiando, estava branco, atordoado, com dificuldade em respirar, o dragão esquisito… querem ver que o dragão engravidou da Mary?! He he he…
Luchas / Qhuinn
Luchas está a perder a esperança de vir a recuperar, continua cheio de dores, não anda e não se quer alimentar para ver se morre. Blay pede a Layla, para entre os dois verem se ajudam o Qhuinn. (Ai a descrição do Qhuinn… Minha Nossa!... Morcegasmo logo!)
Layla /Xcor
Layla está gravidíssima. Encontra-se às escondidas com Xcor duas vezes por semana por baixo da dita cuja árvore. Por causa de Throe, Xcor arranjou uma cabana toda fofa para eles com lareirinha e sofá e tudo (ela tão grávida não podia apanhar frio e andar ao relento…). A gravidez andava a pôr Layla com desejos… de Xcor, vai daí que na cabanita, entre outras coisas, anda a atiçar o coitadinho do Xcor que é todo delicadezas para ela. Bem, o que ela quer é ver o moço a masturbar-se. Ele manda-a pensar melhor no que anda a querer e põe-na porta fora. Ela, como não é totó, ficou a espreitar pela janela e viu o que queria. Ao ir embora, cai, parte o braço, mas consegue meter-se no carro, furiosa também com o facto de não saber regressar (Xcor tinha-lhe dado indicações). Com esforço chega à mansão e desmaia antes de entrar. Depois de ser tratada e estar tudo bem dizem-lhe que vai ter gémeos.

Programa da Irmandade

Um certo Peyton reenvia um e-mail a Paradise (filha de Abalone) da reabertura do Programa de Treinos. Estão abertas as candidaturas a machos e fêmeas, tanto nobres como civis. Terão de prestar provas físicas para serrem admitidos, as aulas serão dadas pela Irmandade e o aviso estava assinado por Tohr (ela ficou muito impressionada com tudo, desde entrarem fêmeas, aos civis e à assinatura do Irmão). Esse Peyton vai para lá (tinha sido admitido antes dos raids) e é o macho que, de certa forma, está a ser conversado para casar com a Parry. Eles conhecem-se desde sempre, as famílias andam em conversações, mas ela não está muito para aí virada. Ainda mais que ele é um machista preconceituoso.


Desculpem não ser muito, mas já dá para matar a curiosidade, sim?

2 comentários:

não não dá...eu quero mais ,muito mais eu quero TUDO...(ai morceguinho deixaste me a salivar)

Estou a adorar o resumo. Apesar de já estar a ler. :)