quinta-feira, 2 de abril de 2015

A MINHA LEITURA 3 - SPOILERS –THE SHADOWS (do capítulo 66 ao 87- fim)



            Olá!
Cá estou eu de novo.
Escusado será dizer que não sosseguei até conseguir ler tudo. Sou tramada, não sou? Não tenho culpa, o livro estava a chamar muito por mim.
Durante o dia de hoje vou organizar as ideias e dar uma opinião global do livro, mas só vou publicar amanhã, está bem? Tenho de pensar e isso é muuuuuuito complicado. Mim… pensar… combinação perigosa. E vou começar a traduzir umas coisitas também. Desejem-me boa sorte!
Obrigada à Sandra Fernandes à Missy Li e à Viviana pelos comentários.
E estou cá para explicar / responder a coisas. Não entrei em grandes pormenores, só contei o fio da história, por isso… estejam à vontade.
Vou-vos contar, então o final.

            Beijos bons.








NÃO LER SE NÃO QUEREM SABER



SPOILERS                 SPOILERS                                   SPOILERS








O final foi mais uma choradeira pegada, desde choro porque morreu, choro porque recordou tristezas, choro porque sou totó, choro porque estou emocionado. Tudo chora. Até o Lassiter chora! He he he…


Trez/ Selena

Já não há refeição cozinhada pela Escolhida para Trez, nem passeio de barco para Selena porque ela, depois de confrontar o Sombra acerca de acasalamentos com princesas s’Hisbe daí a três dias e de fazer as pazes, paralisa de vez. Acaba por pedir, já na clínica, para morrer (comunica com piscar de olhos), não se despede de ninguém (não quer que Phury e as Escolhidas a vejam assim) e Manny e Jane acedem ao pedido. Choro, choro e choro. Tudo chora.
A Irmandade junta-se para cumprir a vontade de i’Am de construir uma pira funerária como fazem os sympaths. Rhage corta árvores, o machedo e Beth carregam troncos, Phury e as Escolhidas fazem rituais no ginásio, Rehv comanda as tropas, outras fêmeas preparam a refeição acostumada e a Selena lá se vai. Rhage tem de segurar Trez para que não acabe assadinho.

Irmandade

Os s’Hisbe mandam um ultimato (via telefone que a Paradise atende), Wrath tem até à meia-noite para entregar Trez. O não cumprimento é considerado uma declaração de guerra. A Irmandade reúne-se com i’Am, dizendo-lhe que se querem guerra, é o que vão ter, porque não há Trez para ninguém que Wrath não deixa e a Irmandade apoia. I’Am agradece, mas não quer porque acha que não terão hipótese contra os s’Hisbe, até que Wrath lhe apresenta a força aliada: Rehv. E i’Am chora. Trez acaba por descobrir o que se passa. Sabem disso, por causa de um outro telefone a agradecer a entrega do Sombra. I’Am vai atrás do irmão com Lassiter de guarda-costas e o resto pronto para avançar se for caso disso.

I’Am /maichen – s’Ex

I’Am descobre quem maichen é, porque foi ter com ela ao apartamento e aparece s’Ex a chamá-la de princesa. Discussão, discussão. S’Ex ajuda maichen a entrar no território, porque descobrem que têm a cabeça a prémio e que a rainha anda a declarar guerras pelas costas (s’Ex é o comandante do exército e não sabia de nada e, caso soubesse, teria desaconselhado a coisa). A menina maichen, como não tem nada a perder e porque a cabeça funciona bem, pede a s’Ex para aceder aos registos de nascimentos e cartas astrológicas. Elas tinham sido alteradas: i’Am era o Escolhido (mas como nasceu fraquinho, mudaram a carta astrológica); a filha de s’Ex executada é que devia ser princesa, mas como tinha sangue plebeu... S’Ex mata tudo, incluindo a rainha. A maichen (o nome dela é Catra vin SuLaneh etl MuLanen deh FonLerhn) sobe ao poder. Como Trez se entregou, estavam a purificá-lo (ácido para as veias) e já estava a ver Selena no Fade (ela manda-o regressar para a beira de Trez).
Maichen, como rainha, liberta i’Am das obrigações de “Escolhido”, transforma o quarto da mãe num berçário e eleva s’Ex à condição equivalente à de Rei. I’Am aparece vestido de criado e fazem as pazes todas. O livro acaba com um jantar a três no Sal’s.

Paradise (Parry)
Por causa da guerra prestes a eclodir, regressa à casa do pai. E ele preenche-lhe a inscrição para o Programa de Treinos. Que papá tão lindo!...

Assail

Assail foge à vigilância da Irmandade e decapita o minguante com quem tem negócios. Agarra na cabeça e leva-a a Wrath com a morada do local onde os minguantes se encontram. E ainda se voluntaria a ele e aos primos para dar cabo deles. A ideia é simples: mantem o fornecedor, as linhas e área de comercialização do produto e elimina o problema de Wrath. Minguantes mortos não ganham dinheiro nem compram armas. Limpinho.

Rhage

O vampiro continua muito mal e angustiado, acaba por confessar à Mary que, apesar de estar mal com a situação e cheio de pena pelo que está a passar o Trez, é um estúpido porque está feliz por nada daquilo lhe estar a acontecer a ele. E acha que é um nabo e um egoísta. No final, Rhage apercebe-se que mudou. Pois… parece-me que finalmente ganhou algum juízo! Sim, sim.

Lassiter  momentos hein? e he he he…

            Trez sai do quarto e ouve Lassiter a mandar vir com V. O anjo exigia um pedido de desculpas e queria o comando da televisão só para ele durante uma semana inteira (dia e noite). Trez, em sombra, ouve a reunião da Irmandade. Lassiter tinha feito o reconhecimento do território s’Hisbe e estava a mostrar tudo num mapa e discutiam táticas. V teria de ficar a proteger a mansão e Lassiter ficava a apoiá-lo. E V achou muito bem. Hein? Pasmada, banzada, perplexa e boquiaberta.
            Quando os Sombras regressam, o pessoal fica todo feliz a cumprimentá-los e aos abraços. O anjo aparece em tronco nu, calças de cabedal, boné a dizer “I’m Horny” (com tesão) com o desenho de um dedo médio levantado e uns chinelos peludos nos pés. O comentário dele é que tinham chegado a tempo de ver não sei o quê na televisão (ele tinha chegado há algumas horas absolutamente transtornado e inconsolável). Trez desata a rir, abraça-o e falam baixinho. Não se sabe o que Trez lhe disse, mas Lassiter baixou os olhos por estar a lacrimejar. Nisto, atira-o para trás e diz-lhe “Agora tira-me as mãos do rabo que eu não sou dessas!”

E já está!
Acabô-se o que era doce.
Que venha o próximo!
Estou mortinha para que chegue o Legadinho da Irmandade!... Gostei tanto da Paradise e daquele Craeg lindo!


3 comentários:

Mas que miminhos tão bons.... O livro deve estar mesmo muito bom....

Beijinhos

Estou ansiosa por ler tudo isto!!! Tão fixe!!!! *.*
Pena não haver mais.... T.T

Está decidido vou começar a ler o livro com um maço de lenços ao lado... Oh meu deus, vai ser lindo vai... Obrigada morcego. :D