quinta-feira, 12 de abril de 2018

Desmistificando as Sombras da IAN - continuação do guia

Cá estou eu a publicar como disse.
Obrigada as meninas que no Facebook me disseram que estão a gostar assim como a patroa. Sunshine eu não me esqueci que comentaste e obrigada também agora pelo que comentaste. Voltei a ir ver o que diz no Guia e diz lá a data de publicação e o período em que ela esteve a escrever cada livro. Vou então deixar isso aqui também.



Na Sombra da Noite (Wrath) - Publicado em Setembro de 2005 e escrito entre Setembro e Novembro de 2004


Na Sombra do Dragão (Rhage) – Publicado em Março de 2006 e escrito entre Dezembro de 2004 e Agosto de 2005


Na Sombra do Pecado (Zsadist) – Publicado em Setembro de 2006 e escrito entre Novembro de 2005 e Março de 2006

Vamos então continuar com os restantes e vou metendo esta informação no nome de cada um.

Dhestroyer, descendente de Wrath, filho de Wrath (também conhecido por Butch O’Neal)
  • 38 anos; 2m (6’7’’); 117,9kg (260lbs)
  • Cabelo castanho; olhos cor de avelã
  • Tatuagem preta no fundo das costas em forma de linhas agrupadas; cicatriz da Irmandade do peitoral esquerdo; o nome MARISSA gravado no topo das costas em letras Inglês Antigo; o mindinho da mão direita ficou deformado com a transição; cicatriz na barriga.
  • “Inala” os minguantes, impedindo-os de voltarem ao Omega, o que compromete da existência do Omega (profecia da Sociedade dos Minguantes em carne e osso)
  • Arma de escolha – Sagacidade seca e cintilante e quando pressionado usa uma Glock calibre 40 (deduzo que a “sagacidade” seja a habilidade de ele “consumir” os minguantes)
Já temos mais uma data… O Butch juntou-se a Irmandade em 2007, vamos a ver onde isto nos vai “meter”.
Publicado em Março de 2007 e escrito entre Março e Setembro de 2006.
Ahhh…… A Ward para alem de maluca e ver e interagir com eles todos, também vê o futuro! Ela escreveu o livro em 2006, mas se o Butch entrou para a Irmandade em 2007 ela realmente vê o futuro ou está aqui a nossa primeira incoerência. De qualquer forma é mais uma para ter apontada e ter em atenção quando for ler os livros.
Vishous, filho de Bloodletter
  • 304 anos; 1,98m (6’6’’); 117.9jg (260lbs)
  • Cabelo preto; olhos brancos com contorno azul marinho
  • Cicatriz da Irmandade no peitoral esquerdo; tatuagem na têmpora direita; tatuagens na zona das virilhas e coxas; JANE gravado no topo das costas em Inglês Antigo; parcialmente castrado; utiliza SEMPRE uma luva preta na mão direita; cavanhaque/pera no queixo
  • Enquanto filho da Virgem Escriva a sua mão direita brilha devido a uma poderosa energia capaz de grande destruição; tem visões do futuro; tem alguma capacidade de cura
  • Fuma tabaco Turco de enrolar
  • Arma de escolha – A sua mão direita
E neste momento a única coisa que tenho a dizer é, para quem nunca leu o Guia, vão ler….. Eu farto-me de rir com isto, os irmãos passam a vida a pregar partidas uns aos outros e no Guia isso está bem explicito.
O V refere que fez um colar para a Jane em elos de ouro em que cada elo é cada letra na Língua Antiga do nome dele e dela e que ela nunca tira. Mais uma coisinha para ver se aparece nos livros.
O livro foi publicado em Setembro de 2007 e foi escrito entre Julho de 2006 e Abril de 2007. Ela já disse que foi o livro mais difícil de escrever porque o V não é uma pessoa de se abrir com as outras e com ela não é exceção e segundo ela ele não gosta dela.
Phury, filho de Ahgony
  • 230 anos;1.98m (6’6’’); entre 124,7 e 129,3kg (275-285lbs).
  • Cabelo multicolorido; olhos amarelos.
  • Cicatriz em forma de estrela da Irmandade no peitoral esquerdo; não tem a parte inferior da perna direita; o nome CORMIA gravado na parte superior das costas na Língua Antiga.
  • Arma de escolha – Adaga.
O livro foi publicado a Junho de 2008 e foi escrito entre Dezembro de 2007 e Março de 2008.
Por aqui bate certo com os 3 anos de historia e estaremos realmente em 2008.

Vem agora as regras do mundo da Irmandade, como escritas pela Ward no Guia:
  • Os vampiros são uma espécie completamente diferente dos humanos. (acho que ainda ninguém tinha entendido esta…..)
  • Eles vivem muito mais do que os humanos mas não são imortais.
  • Por volta dos 25 anos passam pela "transição", passando a ter que se alimentar do sangue de um vampiro do sexo oposto para sobreviver.
  • Há alguns que se alimentam de humanos, mas a força não dura quase nada.
  • Depois da "transição" são sensíveis a luz, ficando cegos e queimarem com o sol. (a parte de ficar cegos não me lembro, mas está bem)
  • Conseguem desmaterializa mas apenas se tiverem bem de saúde e força.
  • A quando da desmaterialização não podem levar ninguém consigo.
  • Conseguem ler emoções nos outros.
  • Conseguem saber a posição geográfica do seu companheiro (mate).
  • Tem a capacidade de se curarem mais rápido, mas se o ferimento for muito grave podem morrer.
  • Reproduzem-se muito raramente e por vezes com humanos.


  • Qualquer mestiço, se sobreviver à "transição", está sujeito a todas as anteriores.
Há algumas destas regras que me deixam com a pulga atras da orelha, mas a escritora é ela, quem sou eu para dizer o contrário? De qualquer forma vamos comparar com o que aparece nos livros.

Já so tenho mais umas 100 páginas do Guia para ler, não sei se vai haver mais o que falar sobre ele ou não, se houver faço mais uma publicação, se não passamos já para o primeiro livro.

Até a próxima
Moonlight


3 comentários:

OI!

O nome da Marissa está escrito em inglês antigo por alma de quem? O da Beth, Jane e Mary percebo porque elas são humanas e o nome delas é inglês, mas a Marissa é vampira, nascida no país antigo… O nome dela DEVIA estar na língua antiga… -_-

Acho que o colar da Jane nunca foi referido, pelo menos não me lembro dele…

A parte de cegar não está referida, mas acho que pode ser verdade… se a luz do sol os queima a pele deve queimar-lhes a retina e puf não se vê nada…

Nem todos os mestiços estão sujeitos a todas as anteriores… a Beth pode ir pra fora durante o dia e o Butch não consegue fazer puf!

Sunshine ;)

Concordo plenamente como o que disseste Sunshine.
Infelizmente estou cada vez mais a chegar ao ponto em que cada incoerência que encontro só digo "É a Ward".
Anyway... Das coisas que me lembro bem que salientarem é que nunca se sabia quais as capacidades de um mestiço, exactamente por terem muito sangue humano, o que dificultava prever quais as características vampíricas que teriam

Olááá :D

Ya concondo com a Sunshine, nem todos os mestiços são iguais. Apesar de sobreviverem à transição o que lhes afeta pode variar. Por exemplo, para todos os efeitos a Beth consegue andar ao sol e o Butch não.

Bom trabalho meninas isto ficou altamente! :D